Pesquisa Ibope: Bolsonaro, 28%; Haddad, 19%; Ciro, 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%

Álvaro Dias (Podemos), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) têm 2% cada um; Cabo Daciolo (Patriota), 1%; Guilherme Boulos (PSOL), Vera (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram. Ibope divulga nova pesquisa de intenção de votos para presidente O Ibope divulgou nesta terça-feira (18) o resultado da mais recente pesquisa de…

Pesquisa Ibope em Minas Gerais: Anastasia, 33%; Pimentel, 22%

Romeu Zema, 7%, Adalclever Lopes, 3%; João Batista Mares Guia, 2%, Dirlene, Dulim, Flach, Jordano têm 1%. Levantamento foi feito entre os dias 14 e 16 de setembro. Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (17) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Minas Gerais. Antônio Anastasia (PSDB): 33% Fernando Pimentel (PT): 22% Romeu…

Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro tem 28,2% e Haddad é o segundo, com 17,6%

Ainda de acordo com o levantamento, Ciro Gomes (PDT) tem 10,8%, Geraldo Alckmin (PSDB), 6,1% e Marina Silva (Rede), 4,1% Bolsonaro, Haddad, Ciro e Alckmin, os quatro primeiros em nova pesquisa da Confederação Nacional do Transporte. A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou na manhã desta segunda-feira (17) a 138ª Pesquisa CNT/MDA, realizada entre os…

Saiba como o trabalhador pode comprovar vínculo de emprego

Carteira de trabalho: reforma trabalhista não trata de forma detalhada as atividades recém-criadas no mercado;   A reforma trabalhista, que entrou em vigor em novembro de 2017, não discutiu amplamente as relações de emprego nas atividades recém-criadas no mercado de trabalho brasileiro. Por isso, dizem advogados e especialistas no assunto, diversas ações estão chegando à…

Plano dos candidatos à presidência para a Previdência Social em 4 respostas

O alto gasto com a previdência e a pressão sobre o Orçamento são questões delicadas que devem ser enfrentadas pelo próximo presidente. Previdência: o rombo receitas e despesas da Previdência resultará num rombo de 201,6 bilhões neste ano. Os gastos explosivos com a Previdência, considerada o calcanhar de Aquiles das contas públicas no Brasil, estão entre…

INSS não pode cobrar de volta benefício assistencial recebido por decisão judicial

A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região reconheceu a abrangência nacional da decisão que proíbe o INSS de cobrar devolução de valores recebidos como benefício assistencial conseguidos por meio de decisão judicial e de pedir de volta pela via administrativa ou por nova ação judicial os valores previdenciários pagos. INSS não pode pedir de volta…