Rebaixamento mostra que futuro econômico é incerto, mas não garante voto pela Previdência, diz Marun

   O rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela agência de risco Standard & Poor’s mostra que o futuro da economia do país ainda é incerto, mas não necessariamente vai mudar a tendência de votos de parlamentares sobre a reforma da Previdência, disse nesta segunda-feira o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.  …

‘Não será fácil’, mas é ‘viável’ votar a reforma da Previdência em fevereiro, diz Maia

 Em Nova York, presidente da Câmara afirma que será necessário buscar apoio dos governadores. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu neste domingo em Nova York que será difícil aprovar a reforma da Previdência. Por outro lado, ele acredita que a piora das contas públicas dos estados pode facilitar a obtenção dos votos necessários. Perguntado se é…