Mais de 80 morreram ou desapareceram na ditadura após Geisel autorizar a execução de ‘subversivos perigosos’.

You are here: